texas-moody
Blog

Centro Knight conclui novo curso em português sobre jornalismo online para professores

Quando Victoria Santos viu um anúncio sobre o novo curso de jornalismo online para professores do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, ela se interessou imediatamente.
Coordenadora da Agência de Notícias Cienci@lagoas, Victoria conta que trabalha com uma equipe que precisa de mais experiência e formação em jornalismo digital.

"Estou repassando esses novos conhecimentos à minha equipe de bolsistas e quero implementar algumas dessas ferramentas na Agência Ciênci@lagoas”, afirmou. “Desejo que atuemos mais nas redes sociais para divulgar a ciência e tecnologia nordestinas. Quero também interagir mais com meus colegas de curso, professores de jornalismo de todo o Brasil. Espero poder participar dos encontros de professores e de pesquisadores da área."

O professor Carlos Castilho afirmou que a a principal preocupação do curso é “despertar entre os participantes a preocupação com as mudanças que a internet e a Web estão provocando no exercício do jornalismo e como estas mudanças incidem sobre o ensino dos novos profissionais.” Castilho traduziu para o português o livro “Jornalismo 2.0: um guia de alfabetização digital”, do jornalista americano Mark Briggs.

Para mais informações, veja a descrição do curso.

Miguel Crespo, professor do Centro de Formação Profissional de Jornalistas em Portugal, também participou do treinamento.

"Percebi o contexto do ensino do jornalismo online no Brasil e também descobri muito trabalho que está sendo feito e que desconhecia, no qual eu agora posso me aprofundar mais."

Crespo conta que já está usando, nas aulas que ministra, o conteúdo que aprendeu no curso online. "Vou experimentar procedimentos sugeridos por colegas e aprofundar a criação de trabalhos coletivos e cooperativos."

Os temas abordados no curso incluem os desafios do ensino de jornalismo online, como técnicas de aprendizado, ferramentas e assuntos relacionados à controversa transição do jornalismo tradicional ao jornalismo online.

Para Victoria Santos, a parte mais importante do curso foi ampliar sua compreensão das possibilidades do jornalismo digital, desde a produção de notícias e da criação de bases de dados para organizar os recursos da web, a publicação de áudio, fotos e vídeos, até o uso de redes sociais como Facebook, Twitter, YouTube, Flickr e Second Life.

"Antes do curso, eu não tinha essa dimensão das inúmeras possibilidades do jornalismo online. Estou mais consciente e fascinada com o jornalismo digital e pretendo me aprimorar sempre."

Castilho, jornalista profissional com 35 anos de experiência como repórter e correspondente estrangeiro de jornais, emissoras de rádio e TV e agências de notícias, vem se dedicando desde 1995 à produção de conteúdo jornalístico para a internet e leciona cursos de jornalismo digital no Brasil.

O Centro Knight para o Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas em Austin foi criado em 2002 pelo professor Rosental Calmon Alves. Graças a generosas doações da Fundação John S. y James L. Knight, o centro vem ajudando milhares de jornalistas na América Latina e no Caribe.