texas-moody
Blog

Jornalistas mexicanos participam do curso online sobre cobertura do tráfico de drogas

Em meio do aumento de violência relacionada com drogas e tráfico de drogas nos dois lados da fronteira Estados Unidos-México, o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas está oferecendo novamente seu curso online Cobertura do Tráfico de Drogas para Jornalistas Mexicanos.

O curso, lecionado pelo jornalista colombiano Álvaro Sierra que também leciona na Universidade para a Paz das Nações Unidas em San José, Costa Rica, ocorre entre os dias 31 de maio e 4 de julho, 2010. As inscrições para o processo seletivo foram aceitas entre os dias 3 e 16 de maio, até as 17 horas (horário de Austin, Texas).

Para mais informações sobre esta oportunidade de treinamento, vá para a Ficha de Informação do Curso .

Esta é a quarta vez que o curso está sendo oferecido, e a segunda vez que está sendo restrito à jornalistas mexicanos.

“Enfocar o curso no México permite ter uma discussão mais específica sobre o gigantesco problema que este país enfrenta hoje com as drogas e os traficantes”, disse Sierra. “Em geral, o conteúdo abrangido do curso é similar (ao de outros organizados previamente), mas as discussões são distintas. Além disso, o fenômeno no México possui características próprias (...), não somente o fenômeno do narcotráfico como também, sobre tudo, a situação dos jornalistas. Cobrir o narcotráfico no México hoje é um desafio, e o curso deve ser uma ferramenta para ajudar nesta cobertura”.

O curso, conduzido inteiramente online e em espanhol, é intensivo, e exige entre 10-15 horas de trabalho semanal.

Jornalistas que participam do curso irão aproveitar de dois temas centrais, disse Sierra. Primeiro, que o tráfico de drogas é um problema completamente global e que o México é somente uma peça do quebra-cabeças. Segundo, como melhorar a cobertura para que não esteja enfocada somente em violência, drogas e decapitações, mas ao mesmo tempo continuar a se proteger.

Esta última versão do curso segue o seminário especial do Centro Knight, o Instituto Especializado da Fundação McCormick: Cobertura entre fronteiras do tráfico de drogas U.S.-Mexico , ocorrido entre os dias 26-27 de março, 2010, em Austin. Foi o primeiro encontro do gênero com jornalistas proeminentes dos dois lados da fronteira que se especializam na cobertura da violência relacionada ao tráfico de drogas no México.

“Acho que a conferência de Austin foi um evento extraordinário, de onde saíram muitas ideias tanto em material de análise e contexto, como em temas de proteção e manejo de situações tão difíceis como México”, disse Sierra. “Eu, com cada curso, com cada conferência, aprendo e adquiro novos elementos para incorporar nestes cursos. Uma das grandes contribuições de Austin foi introduzir a perspectiva da fronteira dos dois lados. Sem ela, entender o tráfico de drogas é impossível”.

O curso foi uma boa oportunidade para interagir e trocar ideias com outros jornalistas, disse Sierra. “Nós jornalistas somos um grupo de indivíduos, sem grandes solidariedade, e cumprimos com o trabalho frenético, solitário, sem muitas ocasiões para sentarmos para pensar e discutir”, disse. “O principal apoio do curso é abrir um espaço para essas duas coisas: para discutir a necessidade de medidas de proteções solidárias, área que tem muito a ser feito no México (na Colômbia levou anos de violência para se chegar a decisão de criar organizações jornalísticas que hoje tentam proteger os jornalistas); e para ter cinco semanas para pensar e discutir sobre um dos temas mais cobertos mas sobre o qual, em geral, o público tem um conhecimento muito superficial, como o negócio das drogas”.

Sierra, que leciona como cobrir conflitos armadas na Universidade para a Paz das Nações Unidas em São José, Costa Rica, foi editor das páginas editoriais do jornal de Bogotá El Tiempo. Ele também trabalhou como correspondente na Russia (1990-1997) e China (1998-2000), ganhando extensa experiência cobrindo conflitos armados tanto como repórter local e correspondente internacional.

O Centro Knight para o Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas em Austin foi lançado em 2002 pelo professor Rosental Calmon Alves. Graças a generosos doações da John S. e James L. Knight Foundation, o centro tem ajudado milhares de jornalistas na América Latina e Caribe. Para mais informações, entrar em contato com a gerente de programa do Centro Knight, Jennifer Potter-Miller em jpotterandreu (arroba) mail.utexas.edu ou +1 512 471-1391.