texas-moody
Blog

Professores podem fazer curso online em português sobre "Jornalismo 2.0"

Para o experiente jornalista e professor de jornalismo online Carlos Castilho, existe uma carência de instrutores qualificados para o ensino de jornalismo digital no Brasil.

"Os alunos que concluem o curso com especialização em mídias digitais são rapidamente absorvidos pelo mercado, deixando as faculdades sem possibilidade de renovar rapidamente o seu quadro docente", disse.

Com essa carência em mente e o objetivo de qualificar ainda mais professores para o ensino das mídias digitais, o Centro Knight está oferecendo pela segunda vez o curso "Jornalismo 2.0 para Professores", que será realizado de 11 de outubro a 7 de novembro, e conduzido inteiramente online e em português por Carlos Castilho.

Os participantes deverão pagar uma taxa administrativa de US$ 50, que cobrirá apenas uma pequena parte dos custos de operação do programa de ensino à distância (o Centro Knight é financiado principalmente através de generosas doações da Fundação John S. e James L. Knight).

A taxa administrativa inclui o curso e a emissão e envio de certificados de participação, e terá de ser paga online, através de cartão de crédito. No entanto, um número limitado de bolsas de estudo será concedido a candidatos que demonstrarem não ter condições financeiras para pagar esta pequena taxa.

As vagas são limitadas e, para participar, os professores devem ter experiência no ensino do jornalismo e conhecimentos básicos sobre buscas online e programas como IrfanView, Audacity, MovieMaker e Dreamweaver. Os professores selecionados deverão dedicar de dez a 15 horas por semana ao curso, bem como ter interesse em colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

O curso abordará assuntos como os desafios gerados pelo jornalismo digital, técnicas de ensino de jornalismo digital, ferramentas digitais para jornalistas, e temas polêmicos acerca da transição do jornalismo tradicional para o jornalismo online. O curso será também um espaço para a discussão, colaboração e troca de novas ideias sobre o ensino das mídias digitais.

"Na primeira edição [do curso] percebemos o grande interesse dos alunos em experimentar a produção coletiva de textos", disse Castilho. "Por esta razão decidimos nesta segunda edição detalhar ainda mais esta questão, especialmente no que se refere aos exercícios práticos que serão executados pelos alunos".

Detalhes sobre o programa podem ser encontrados na Ficha de Informação do curso.

Os professores que fizerem o curso serão convidados a participar de uma rede permanente de colaboração na área do ensino do jornalismo online, disse Castilho.

"Os cursos do Knight Center oferecem não só a oportunidade de atualizar conhecimentos, como também a possibilidade dos participantes criarem redes por meio das quais continuam em contato mesmo depois do fim das aulas".

Os estudantes que completarem o curso com sucesso receberão um certificado de participação, que será enviado através do correio e por e-mail em formato PDF.

Carlos Castilho tem 35 anos de experiência em jornais, agências de notícias, televisão e rádio. Desde 1995, se dedica à produção de conteúdo jornalístico para a internet. Atualmente, leciona jornalismo online em universidades brasileiras e desenvolve pesquisas na área de mídias digitais. Ele será assistido no curso pela jornalista Eva Menezes, que recentemente terminou seu mestrado em jornalismo multimídia na Universidade do Texas em Austin.

O Centro Knight para o Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas em Austin foi lançado em 2002 pelo professor Rosental Calmon Alves. Graças a generosas doações da Knight Foundation, o centro tem ajudado milhares de jornalistas na América Latina e Caribe com treinamentos e outros programas.