texas-moody
Blog

Programa de treinamento para jornalistas do Caribe enfatiza mídia digital

Jornalistas representando uma variedade de meios de comunicação de 10 países do Caribe participaram de um programa especial oferecido pela Associação dos Trabalhadores de Mídia do Caribe (ACM, por suas iniciais em inglês), em colaboração com o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas.

O programa realizado em setembro cobriu diversos temas de interesse dos jornalistas, incluindo o uso de mídias digitais, reportagem sobre Tecnologias de Informação e Comunicação, ética para jornalistas na era digital, redes sociais e jornalismo, redação para a web, narração digital, multimídia e sistemas de distribuição de mídia no século 21.ACM Logo1 (new)

"O programa para mim foi uma excelente experiência de aprendizagem", disse Iva Wharton, jornalista de televisão da Guiana. "Agora eu acredito que posso melhorar o meu trabalho na redção no que se refere à apuração de notícias para um público mais amplo."

Em Trinidad, 12 jornalistas dos meios de comunicação tradicionais participaram do programa realizado pela ACM. Eles se juntaram depois, para a componente online oferecido pelo Centro Knight, a 14 jornalistas da ilha de Tobago e colegas da Jamaica, Barbados, Dominica, Saint Maarten, St. Vincent e Granadinas, Antígua e Barbuda, e Guiana.

"O curso foi muito oportuno, considerando que o mercado alvo está em fase de transição e há a necessidade de elevar o jornalismo a um padrão superior", disse o jornalista multimídia, Naylan Dwarika, de Trinidad e Tobago. "O uso da tecnologia na instrução foi muito apropriado. Jornalistas também foram informados sobre os fundamentos da profissão de uma maneira que vai melhorar a qualidade do seu trabalho".

Wesley Gibbings, presidente da ACM, ficou satisfeito com os resultados do programa que durou duas semanas.

"Eu acredito que este programa que apresentamos expos os participantes a tanto aos princípios básicos do bom jornalismo quanto aos requisitos mais específicos do cenário da mídia que está em mutação.

"Conseguimos trazer respeitados profissionais independentes, com muitos anos de experiência para um contato com um quadro de profissionais jovens, durante as sessões presenciais. Para o componente online, um grupo mais vasto de jornalistas do Caribe foi capaz de interagir com os instrutores disponibilizados pelo Centro Knight ".

O programa especial online foi desenvolvido para ajudar os jornalistas a compreender a evolução nacional e internacional do cenário da mídia, a evolução tecnológica, novas exigências profissionais e as questões emergentes de desenvolvimento midiático. Ele combinou aspectos fundamentais da formação de jornalismo com nível intermediário de instrução sobre os aspectos técnicos publicação impressa e online difusão e produção de rádio e TV.

O produtor independente de rádio Garfield King ficou impressionado com a combinação de métodos de ensino online e presenciais.

"A mistura de sessões presenciais e de ensino online mostrou-se eficaz. As muitas décadas de experiência dos veteranos da mídia serviram para formar um quadro histórico relevante e explorar as dimensões locais e contextos ", disse ele.

"O componente online oferecido pelo Centro Knight deu uma visão do panorama da mídia mundial, assim como insights sobre os desafios que enfrentam os jornalistas e o jornalismo na era digital. O curso de jornalismo online também pode encorajar os participantes a ampliar sua visão do jornalismo como uma carreira a longo prazo, ao alertar para possibilidades de empreendedorismo."

Gibbings, o presidente da ACM, ficou animado com o impacto que do programa nos jornalistas.

"Esta foi uma experiência única para os jovens jornalistas do Caribe e estou feliz que a ACM foi capaz de mobilizar o apoio tão amplo da comunidade empresarial local e meios para tornar isso possível."

O programa recebeu o valioso apoio da Trinidad e Tobago e Publishers Association Broadcasters (TTPBA), a Associação de Mídia de Trinidad e Tobago (MATT) e da empresa Serviços de Telecomunicações de Trinidad e Tobago (TSTT).

O programa realizado em setembro cobriu diversos temas de interesse dos jornalistas, incluindo o uso de mídias digitais, reportagem sobre Tecnologias de Informação e Comunicação, ética para jornalistas na era digital, redes sociais e jornalismo, redação para a web, narração digital, multimídia e sistemas de distribuição de mídia no século 21.

"O programa para mim foi uma excelente experiência de aprendizagem", disse Iva Wharton, jornalista de televisão da Guiana. "Agora eu acredito que posso melhorar o meu trabalho na redção no que se refere à apuração de notícias para um público mais amplo."

Em Trinidad, 12 jornalistas dos meios de comunicação tradicionais participaram do programa realizado pela ACM. Eles se juntaram depois, para a componente online oferecido pelo Centro Knight, a 14 jornalistas da ilha de Tobago e colegas da Jamaica, Barbados, Dominica, Saint Maarten, St. Vincent e Granadinas, Antígua e Barbuda, e Guiana.

"O curso foi muito oportuno, considerando que o mercado alvo está em fase de transição e há a necessidade de elevar o jornalismo a um padrão superior", disse o jornalista multimídia, Naylan Dwarika, de Trinidad e Tobago. "O uso da tecnologia na instrução foi muito apropriado. Jornalistas também foram informados sobre os fundamentos da profissão de uma maneira que vai melhorar a qualidade do seu trabalho".

Wesley Gibbings, presidente da ACM, ficou satisfeito com os resultados do programa que durou duas semanas.

"Eu acredito que este programa que apresentamos expos os participantes a tanto aos princípios básicos do bom jornalismo quanto aos requisitos mais específicos do cenário da mídia que está em mutação.

"Conseguimos trazer respeitados profissionais independentes, com muitos anos de experiência para um contato com um quadro de profissionais jovens, durante as sessões presenciais. Para o componente online, um grupo mais vasto de jornalistas do Caribe foi capaz de interagir com os instrutores disponibilizados pelo Centro Knight ".

O programa especial online foi desenvolvido para ajudar os jornalistas a compreender a evolução nacional e internacional do cenário da mídia, a evolução tecnológica, novas exigências profissionais e as questões emergentes de desenvolvimento midiático. Ele combinou aspectos fundamentais da formação de jornalismo com nível intermediário de instrução sobre os aspectos técnicos publicação impressa e online difusão e produção de rádio e TV.

O produtor independente de rádio Garfield King ficou impressionado com a combinação de métodos de ensino online e presenciais.

"A mistura de sessões presenciais e de ensino online mostrou-se eficaz. As muitas décadas de experiência dos veteranos da mídia serviram para formar um quadro histórico relevante e explorar as dimensões locais e contextos ", disse ele.

"O componente online oferecido pelo Centro Knight deu uma visão do panorama da mídia mundial, assim como insights sobre os desafios que enfrentam os jornalistas e o jornalismo na era digital. O curso de jornalismo online também pode encorajar os participantes a ampliar sua visão do jornalismo como uma carreira a longo prazo, ao alertar para possibilidades de empreendedorismo."

Gibbings, o presidente da ACM, ficou animado com o impacto que do programa nos jornalistas.

"Esta foi uma experiência única para os jovens jornalistas do Caribe e estou feliz que a ACM foi capaz de mobilizar o apoio tão amplo da comunidade empresarial local e meios para tornar isso possível."

O programa recebeu o valioso apoio da Trinidad e Tobago e Publishers Association Broadcasters (TTPBA), a Associação de Mídia de Trinidad e Tobago (MATT) e da empresa Serviços de Telecomunicações de Trinidad e Tobago (TSTT).